Regresso: um novo olhar

Regresso: um novo olhar

Este tinha tudo para ser “O Ano”. A motivação que se sentia era inebriante, mas 2020 trazia outros planos.

 

Há uma linha que separa a era pré-Covid-19 e os tempos que se vivem nos dias de hoje. A vida conheceu um novo normal e, entre aprendizagens e readaptações, muitas indústrias descobriram em si uma resiliência que não presumiam sequer ter. Uma vez mais, o setor empresarial viu-se posto à prova e o seu “espírito de sobrevivência” veio à tona. Lutam-se por negócios, por empregos e por metas ainda por concretizar.

 

(Quase) Diariamente assistimos e temos sido testemunhas de projetos e negócios que não se conseguiram adaptar e restruturar aos tempos frágeis que o mundo enfrenta. Se antes desta pandemia existia um demarcado ceticismo em relação ao teletrabalho, a nova conjuntura trouxe impactantes ensinamentos, sendo um dos principais o desaparecimento do mito de que o trabalho remoto é sinónimo de falta de eficiência e produtividade. Esta recente realidade vem confrontar as indústrias com novos desafios: Como trabalhar remotamente? Como realizar reuniões e eventos online? É possível gerir eficazmente uma equipa em modo remoto?

 

Esta está a ser a verdadeira prova de fogo. As circunstâncias e as restrições a que nos vemos agora obrigados a cumprir, vieram trazer um novo olhar sobre o futuro, sobre o modo como nos relacionamos com os outros, tanto ao nível pessoal como no trabalho.

 

Agora, e mais do que nunca, estar atento ao “human side of business”, torna-se ainda mais urgente e fundamental.

 

E é nesse sentido que, no meio da tempestade, não desviámos o foco no apoio que podemos prestar ao universo empresarial. As dificuldades inspiraram a repensar alternativas, a quebrar o obstáculo da distância e a promover metodologias capazes de colmatar as barreiras do novo cenário.

 

Por sabermos que trabalhar remotamente expõe diversos desafios para a grande maioria das empresas, ajustámos o nosso know-how e experiência na área das soft skills ao contexto atual. Desta forma, apoiamos empresas em todo o mundo, mesmo trabalhando remotamente, a resolver os entraves da distância com sucesso.

 

Partilhámos a metodologia Soft Skills a Click Away, uma abordagem que ajuda a responder aos desafios que todos vamos enfrentando no trabalho remoto. É importante tomar a consciência de que a distância não impacta necessariamente no negócio. Com as ferramentas certas, podemos entrar nesta ‘nova normalidade’ mantendo a dinâmica antiga.

 

Esta pandemia tem ensinado que existem diversas formas de atingir o sucesso e, de alguma forma, tem sido fonte de inspiração para explorar o desconhecido ou caminhos que temíamos enfrentar. Como dizem os antigos, depois da tempestade, vem a bonança. É fundamental estarmos disponíveis para incorporar as aprendizagens de uma nova forma de trabalhar!       

 

 

Teresa Passos & João Barbosa

Partners da Dynargie Portugal